Histórias Reais: Mamãe Canguru

“O parto normal pode ser dolorido, assustador, demorado. Mas depois que você ouve o choro, logo esquece tudo e vê que valeu à pena”

Conheça a história de Leila Soares, 30 anos, de Jundiaí (SP)

31.10.2018 • Diversos

"Eu me chamo Leila e atualmente estou desempregada. Hoje minha bebê completa 2 meses de vida. Tive uma gestação tranquila e um pré-natal bem assistido. Foi minha primeira gravidez, planejada por 3 anos. O que me ajudou muito foi a prestatividade da equipe da Equipe Canguru. Diversas vezes entrei em contato com a enfermeira Luana, que tirou minhas dúvidas e me acalmou nas crises de ansiedade. Até no dia do parto ela me deu força, mesmo que por mensagens. Com os textos do app e a conversa com a enfermeira, optei pelo parto normal, que já estava nos planos. Tive bolsa rota e internei com 38 semanas e 3 dias. O hospital deu a opção de cesárea, mas aguardei até a última hora para o parto normal. Foi por indução. No dia 29 de agosto, às 19h39, nasceu minha pequena no Hospital Santa Elisa. O Dr. Francisco foi um médico maravilhoso, assim como toda a equipe. Esperaram com paciência e me orientaram em todas etapas. Futuras mamães: o parto normal pode ser dolorido, assustador, demorado. Mas depois que você ouve o choro, logo esquece tudo e vê que valeu à pena. Os benefícios são inúmeros, e você vai se sentir maravilhosa por ter conseguido."

Leila Soares, 30 anos, Jundiaí (SP)

 

Compartilhe