Canguru

Canguru mobiliza gestantes em apoio ao Hospital Sofia Feldman

Numa campanha que engajou centenas de gestantes, o app Canguru Gravidez doou R$ 3.000 à maior maternidade do país, que vive crise financeira

11.07.2018 • Equipe Canguru

  •  Numa campanha que engajou centenas de gestantes, o app Canguru Gravidez doou R$ 3.000 à maior maternidade do país, que vive crise financeira
  • Iniciativa surgiu de uma pesquisa de mestrado sobre a plataforma digital, eleita como exemplo de boa prática pelo Projeto Parto Adequado

O aplicativo Canguru Gravidez mobilizou suas usuárias em apoio ao Hospital Sofia Feldman, localizado em Belo Horizonte (MG) e referência internacional no atendimento humanizado. A plataforma, reconhecida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) por incentivar o parto normal, realizou uma campanha e doou R$ 3.000 ao Sofia – que enfrenta uma grave crise financeira.

A iniciativa surgiu por ideia de Gustavo Varela, mestrando em Administração pela PUC-Minas, cuja dissertação é sobre o Empoderamento de Usuários de Serviços de Saúde por Meio de Tecnologias Móveis. “A proposta de valor do Canguru é muito aderente ao tema da pesquisa. Graças a essa sinergia, o aplicativo se tornou o objeto de análise”, diz Varela. Mas ele não queria aplicar simplesmente um questionário às usuárias. Queria aliar essa iniciativa a algo mais representativo.

“Num bate-papo com o Dr. Gustavo Landsberg, fundador e CEO da Canguru, o Hospital Sofia Feldman surgiu como uma excelente alternativa por tudo o que representa”, explica Varela. “Assim, as usuárias do Canguru não apenas responderam a uma pesquisa de mestrado. Elas também ajudaram uma importante instituição de saúde, pública e não governamental, que oferece um atendimento de excelência à comunidade.”

Como as gestantes do Canguru ajudaram na iniciativa?
Elas preencheram a um questionário de 8 perguntas sobre como o Canguru contribui com o empoderamento durante sua gestação. A cada questionário respondido, o Canguru assumiu o compromisso de doar R$ 10, até o limite de R$ 3.000 (ou seja, 300 mulheres). “O engajamento das gestantes do app foi sensacional e superou muito as expectativas”, diz Varela. “Ao todo, foram 829 questionários respondidos.”

Qual a importância da doação para o Sofia Feldman?
O hospital assiste uma população superior a 400 mil pessoas, com um excelente percentual de partos normais: 74%, bem acima da média nacional (45%). Mas vive uma grave crise financeira. “Portanto, doar para o Sofia significa não só ajudar um importante hospital num momento delicado de sua história. Significa também se posicionar, incentivar e estimular o parto normal e a redução do elevado número de cesarianas realizadas no Brasil”, afirma Varela.

Como serão usados os R$ 3.000 da doação?
O Sofia Feldman terá liberdade para usar o dinheiro. Por ser uma instituição filantrópica 100% SUS, o recurso deve ser utilizado em despesas operacionais, como aquisição de materiais e remédios. “Imaginávamos que nossas usuárias se engajariam numa campanha de apoio ao hospital. Mesmo assim, a participação nos surpreendeu”, diz Landsberg. “Estamos discutindo a possibilidade de prosseguir com a parceria.”
Compartilhe